o aviador irlandês

não me cerquem

Gostaram da canção? Há muitas e boas versões – Bing Crosby, Andrew Sisters, Louis Armstrong, David Byrne – mas eu tenho um fraquinho pela versão da Ella, seja qual for a canção.

Num plano puramente teórico – e que a prática há-de negar frequentemente nos próximos dias – as minhas férias começaram hoje, tais como as de muitos portugueses, e se vos conto este detalhe pessoal é apenas para justificar a minha escolha musical.

A Cole Porter, que, em conjunto com Robert Fletcher (co-autor da letra), assinou, no já longínquo ano de 1934, “Don’t fence me in”, agradeço ter criado o hino das minhas férias, senão de todos os meus momentos de lazer. Se houve um momento em que eu sonhava com viagens exóticas, férias de aventura condimentada, até, com moderado risco, estrambólicas experiências que a consciência tarda em integrar, agora apenas sonho com relva verde e macia, árvores frondosas e noites estreladas.

Canta a Ella:

“Oh, give me land, lots of land under starry skies above,
Don’t fence me in.”

E eu reconheço que nada mais ambiciono senão o mesmo quinhão de terra para estender a esteira, a ampla abóbada celeste, esse instante de plenitude inspirado pelo sentimento profundo, ainda que ilusório, de que nenhuma cerca me constrange.

Que recompensa se encontra no sussurro dos salgueiros junto ao rio, na frescura húmida da relva sob pés descalços, no verde e luminoso véu que se agita sobre os nossos olhos quando nos deitamos sob as árvores e aí ficamos, com o livro pousado sobre o peito, e o ruído do mundo enfim apaziguado.

Passa um carreirinho de formigas, workaholics do mundo natural, e apetece murmurar-lhes às antenas apuradíssimas que o Outono ainda tarda, aproveitemos o dia.

Dispenso maletas, corridas de táxi e aeroportos a abarrotar, praias saturadíssimas, filas de museu em Agosto, quartos de hotel, check-in e check-out. Eu quero pôr a esteira debaixo do braço, perder os sapatos na relva, mergulhar nas águas do rio, adormecer sob os salgueiros e, ao acordar, fazer coro com a Ella:

“Oh, give me land, lots of land under starry skies above,
Don’t fence me in.”

As primeiras folhas já começaram a tombar dos ramos, Agosto passará depressa.  Aproveitemos  o dia.

Anúncios

5 comments on “não me cerquem

  1. adao cruz
    Agosto 2, 2010

    Magnífica e inteligente opção.
    Permite-me que transcreva aqui um pedaço de um texto do Carlos Loures: “Como num pesadelo ou num quadro de Dalí, num labirinto soturno, seres humanos sonâmbulos, errantes, incaracterísticos, vagueiam, enquanto um animal mutante e híbrido os persegue, devora e logo os regurgita devidamente educados, transformados em humanóides-socializados, em membros indiferenciados de uma gigantesca colmeia com milhares de milhões de corações, pulsando ao mesmo ritmo. Um a um, os seres vão sendo agarrados. Mas não fogem, oferecem-se aos dentes da fera com a indiferença de quem nada quer fazer para o evitar. Porque ser devorados e regurgitados, convertidos em peças da máquina global, parece ser o principal objectivo das suas vidas”.

  2. carlos fonseca
    Agosto 3, 2010

    Boas férias. Sem cercas, mas rodeada de todos verdes com que salgueiros, choupos, pinheiros e outras espécies arbóreas generosamente oferecem. Sem areia. Sem multidões de corpos e toalhas a esmo. Sem a bolada e o choro da criança birrenta, do lado. Mas sim, com relva empertigada e suave; sobretudo, com a liberdade de contemplar um horizonte enorme e longíquo, rasgado à medida da tua imaginação. Boas férias, repito.

    • Carla Romualdo
      Agosto 4, 2010

      Obrigada, Carlos. Percebe-se que eu e a praia não nos entendemos bem, não é?
      Umas óptimas férias para ti também.

  3. Catarina
    Dezembro 30, 2013

    Cara, estava tentando descobrir o nome do bar que Ella cantava e dei de cara com a sua postagem. Hoje foi um dia daqueles nas minhas férias… Resolvi passar o Reveillon em NY e sei que muita gente ia dizer, mas que péssima idéia! Hoje eu sei! Não desistirei jamais de viajar, pois adoro uma estrada e mais ainda um aeroporto! Mas alta estação, jamais! Abç!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on Agosto 2, 2010 by and tagged , , , , , .

Navegação

%d bloggers like this: